?>
http://buy-clomid-2013.org/ http://buylasix-2013.org/ http://buyonlinepriligy-2013.org/

Notícias - Cidade Pedra Branca

20
Abr

Árvores urbanas: descubra 5 espécies para plantar em casa

As árvores são elementos essenciais nessa relação de harmonia e são sinônimos de qualidade de vida. Por isso, é importante lembrar que, no dia 22 de abril, comemoramos o Dia da Terra. A data busca chamar a atenção da população mundial para a importância da conscientização ambiental, reforçando a responsabilidade coletiva de alcançar um equilíbrio entre economia, sociedade e meio-ambiente.

Árvores influenciam diretamente na sustentabilidade social, ambiental e econômica de uma cidade, já que promovem conforto visual, reduzem a poluição do ar e a poluição sonora e servem como refúgio e alimento para animais. Além disso, são fundamentais na redução do efeito das ilhas de calor em centros urbanizados, criando ambientes verdes e agradáveis.

No entanto, a arborização urbana exige planejamento, preservação e manutenção. A maioria das prefeituras possuem um Plano de Arborização Municipal para regular a implementação de plantas em calçadas, praças, parques, canteiros e até nos jardins privados. Neste processo devem ser considerados alguns itens para evitar danos à paisagem ou aos moradores da região, como por exemplo:

  • Não possuir frutos muito grandes que possam cair sobre pessoas ou carros.
  • Evitar plantas que possuem espinhos ou propriedades tóxicas em suas folhas e frutos.
  • Observar características de crescimento de copa e raiz, para que não quebrem facilmente com ventos ou chuva e que não interfiram na rede elétrica.

Geralmente se dá preferência ao plantio de espécies nativas da flora local para não prejudicar o ecossistema. Descubra a seguir algumas espécies adequadas para a região da Cidade Pedra Branca:

  1. Jabuticabeira | Plinia grandifolia

Esta espécie é muito celebrada por sua intensa floração e frutificação que surgem diretamente do caule. Os frutos são comestíveis e assim como as flores. Alcança até 8 metros de altura, é bastante ramificada e composta de pequenas folhas.

jabuticaba

  1. Jacarandá | Jacaranda mimosaefolia

Esta é uma das espécies mais utilizadas para arborização pública no Brasil, por sua rusticidade e floração exuberante, nas cores roxa e lilás. É uma árvore decídua que pode chegar a 15 metros de altura, apresenta copa irregular, arejada e pouco rala.

jacaranda

  1. Ipê | Tabebuia spp

Um verdadeiro clássico do paisagismo brasileiro. Com floração exuberante em diversas cores: amarelo, branco, rosa e roxo. Dependendo da espécie, pode atingir de 8 até 35 metros de altura.

ipe

  1. Pitangueira | Eugenia uniflora

Árvore frutífera e ornamental nativa brasileira, de pequeno porte com altura de 2 a 5 metros. É uma árvore rústica e exige pouca manutenção e tolera bem podas drásticas.De caule tortuoso e copa arredondada bastante ramificada, produz pequenas flores brancas melíferas e deliciosos frutos.

pitanga

  1. Mulungu | Erythrina speciosa

Considerada de pequeno porte, atingindo de 4 a 6 m de altura. Possui floração exuberante em forma de candelabro que cresce para o alto na cor vermelho intenso. É muito atrativa para beija-flores.

mulungu

Fonte: ArchDaily.

19
Abr

Trekking com Meditação no topo da Pedra Branca | 22/abr

No domingo 22 de abril, acontece o Trekking com Meditação até o topo da Pedra Branca.

▶ A vista do topo da Pedra Branca (360 graus) é simplesmente deslumbrante, é possível ver a Ilha de Santa Catarina de ponta a ponta, Daniela e Naufragados, sem contar as vistas das cidades de São José, Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz.
‍ Dia 22/04/18
Horário: 9:00 horas.
▶ Os carros ficarão bem no início da trilha. (https://goo.gl/maps/hhmzbPT7btL2)

‍ Terá um pouco de Yoga e alongamento das 8h45 até às 9h00.
 A trilha iniciará às 9h00.
‍ Grau de dificuldade: ▶ Nível médio.
Tempo estimado:
▶ 4:30 hs. (Ida e volta/Meditação/lanche e descanso.
Distância: Total em torno de 6 km(ida e volta).
‍ O que levar:
▶ Bastante água/lanche reforçado/protetor solar/chapéu/repelente/boné/algo pra forrar o chão pra sentar/um bom calçado com solado firme.
▶ Quem tiver bastão ou vareta será muito útil, pois é uma trilha aberta e estes equipamentos serão muito úteis.

‍Valor da atividade:
➡️ 1 kg. de alimento não perecível e/ou produtos de limpeza e higiene pessoal (tipo lenço umidecido).
▶ Estes produtos serão doados ao “Lar Recanto do Carinho” que abriga 68 crianças carentes que se mantém principalmente com a ajuda da comunidade

Para saber mais acesse o evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/220559305190463/

19
Abr

Nova edição do ‘SC que dá Certo’ inicia com painel em Palhoça; inscreva-se

A terceira temporada do projeto ‘SC que dá Certo’, promovida pelo Grupo NSC, terá um painel de lançamento no dia 25 de abril, a partir das 18 horas, no Ginásio de Esportes da Unisul Campus Grande Florianópolis, Pedra Branca, em Palhoça. O projeto tem como objetivo mostrar histórias de sucesso que explicam porque Santa Catarina é referência em empreendedorismo no Brasil. O evento é gratuito e aberto para professores, alunos e comunidade. As inscrições podem ser feitas, AQUI. 

Este primeiro painel que ocorrerá na Unisul, terá como convidados o diretor-executivo da Cidade Pedra Branca, Marcelo Gomes, o CEO da Cheesecake Labs, Victor Gomes de Oliveira, e o gerente-executivo da Rocha Soluções Gráficas, Rodrigo Rocha. Saiba mais sobre os palestrantes do painel no dia 25/04, na Unisul. 

Até julho, outros cinco painéis ocorrem nas cidades de Brusque (08/05), São Bento do Sul (22/05), Araranguá (05/06), Joaçaba (19/06), São Miguel do Oeste (03/07). Todos terão cobertura do G1 SC e dos veículos de comunicação da NSC.

O SC que dá Certo começou em 2015, com reportagens especiais feitas pela NSC TV. Nos últimos dois anos, em 2016 e 2017, o projeto incluiu os painéis, realizados em 12 cidades catarinenses. No total, foram apresentadas 189 iniciativas empreendedoras, com um público superior a quatro mil pessoas nos eventos presenciais e outros milhares de leitores na página especial no G1 SC.

Neste ano, a campanha publicitária multiplataforma tem como lema “Histórias que inspiram a sua”. Esta é a mensagem que deverá pautar as reportagens do G1 SC e os encontros em todas as regiões do Estado, que vão reunir empresários, lideranças e especialistas em busca de soluções para o futuro.

A iniciativa é da NSC TV, com apoio Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-SC), a Federação das Cooperativas Agropecuárias de Santa Catarina (Fecoagro), a Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) e o Serviço Social do Comércio (Sesc).

As inscrições para cada painel são gratuitas e abrem uma semana antes de cada evento, na página especial do G1 SC. A partir desta terça-feira (17), já é possível se inscrever para o painel de abertura, em Palhoça, que terá como convidados o diretor-executivo da Cidade Pedra Branca, Marcelo Gomes, o CEO da Cheesecake Labs, Victor Gomes de Oliveira, e o gerente-executivo da Rocha Soluções Gráficas, Rodrigo Rocha.

Serviço

 O que: SC que dá Certo
  • Quando: A partir de 25/04
  • Onde: Palhoça, Brusque, São Bento do Sul, Araranguá, Joaçaba e São Miguel do Oeste
  • Como participar: Inscrições gratuitas na internet.
Programação
  • 25/04 – Palhoça
  • 08/05 – Brusque
  • 22/05 – São Bento do Sul
  • 05/06 – Araranguá
  • 19/06 – Joaçaba
  • 03/07 – São Miguel do Oeste
10
Abr

Cidade Pedra Branca recebe reconhecimento internacional de pioneirismo em sustentabilidade

A Cidade Criativa Pedra Branca nasceu com o objetivo de se tornar um bairro-cidade completo e sustentável. Devido às suas características inovadoras e às ações propostas por seus idealizadores, foi o único projeto imobiliário da América Latina convidado a participar do Programa Clima Positivo da Fundação Clinton.

O Programa Clima Positivo da Fundação Clinton

A fundação foi fundada por Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos, com o objetivo de ajudar as pessoas atingirem seu pleno potencial. A organização realiza e apoia projetos ligados ao desenvolvimento econômico, a questões ambientais, a saúde e ao bem-estar e participação de meninas e mulheres na sociedade.
Nesse contexto, surgiu a Clinton Climate Initiative (CCI) e o Programa Clima Positivo para apoiar o desenvolvimento de projetos urbanos de larga escala que sejam capazes de demonstrar que as cidades podem crescer de forma positiva em relação ao clima.
Desde o início de sua concepção, os idealizadores da Pedra Branca foram inspirados pelo Novo Urbanismo e buscaram ser pioneiros no Brasil. A ideia era criar um único centro onde as pessoas pudessem trabalhar, morar, estudar e se divertir, e, onde tudo isso, aconteça sem comprometer o meio ambiente.
Por causa dos seus esforços para criar um bairro-cidade sustentável em todos os sentidos, a Cidade Criativa Pedra Branca foi convidada a participar da iniciativa da Fundação Clinton. Ela é um dos 18 projetos selecionados em todo o mundo e o único empreendimento da América Latina.

A sustentabilidade está presente em diferentes aspectos do projeto. Conheça a seguir alguns cases de sucesso!

Empreendimentos residenciais e comerciais

Todos os empreendimentos residenciais e comerciais da Cidade Pedra Branca contam com elementos sustentáveis:

  • Aquecimento solar;
  • Proteção térmica de terraços e coberturas;
  • Aproveitamento da ventilação e iluminação naturais;
  • Gestão de resíduos da construção e uso de materiais menos agressivos;
  • Uso de gás natural.

Enfim, diversos detalhes que dão aos moradores, trabalhadores e visitantes da Cidade Pedra Branca a certeza de estarem usufruindo de um imóvel moderno e sustentável.

SAE

O Sistema de Água e Esgoto (SAE) atende ao bairro-cidade e cuida do tratamento e abastecimento de água bem como da coleta e tratamento do esgoto gerado. Com um conjunto de ações e melhorias contínuas, o SAE já atingiu excelentes resultados.
O desperdício de água é de 12% comparado a uma média nacional de 37%. O consumo diário por habitante é de 107 litros, contra os mais de 150 litros/habitante na média brasileira. Os esforços do SAE geram economia de água, energia e menor emissão de gás carbônico.

Office Green e Atrium Offices

Estes dois empreendimentos comerciais na Cidade Pedra Branca são certificados como construções verdes. Eles têm a certificação LEED® (Leadership in Energy and Environmental Design), que é coordenada pelo U.S. Green Building Council (USGBC). Instituições reconhecidas internacionalmente pelo incentivo à implantação de estratégias de alta performance ambiental e eficiência energética de edifícios.
O Atrium Offices foi reconhecido como o edifício comercial com a maior classificação em sustentabilidade de Santa Catarina. Entre os itens que fizeram os prédios alcançarem a certificação, estão:

  • Economia de água e de energia elétrica por meio do uso racional;
  • Captação e reúso de água de chuva;
  • Automação e controle predial para medição de consumo de água e energia;
  • Sistema de geração de energia fotovoltaica;
  • Vagas destinadas a veículos de baixa emissão de poluentes e bicicletários.

Os 10 princípios da Cidade Pedra Branca

Além da sustentabilidade, a Cidade Pedra Branca possui outros pilares que guiam seu desenvolvimento. Todos os projetos são embasados em 10 princípios:

  1. Prioridade ao pedestre: um local acolhedor, feito para as pessoas;
  2. Uso Misto: moradia e trabalho (cidade completa);
  3. Espaços públicos atraentes e seguros;
  4. Diversidade de moradores: todas as idades, todos os orçamentos e tamanho de famílias (cidade complexa);
  5. Senso de comunidade: construir um endereço onde as pessoas se encontrem (cidade convívio);
  6. Densidade equilibrada (cidade compacta);
  7. Harmonia entre a natureza e as amenidades urbanas;
  8. Sustentabilidade e alta performance do ambiente construído;
  9. Conectividade;
  10. Estilo de vida: “Eu Sou Pedra Branca” (cidade criativa).

Bairros e cidades podem e devem se esforçar para melhorar o relacionamento com o meio ambiente. O reconhecimento dos esforços da Cidade Pedra Branca, com o convite para participar do Programa Clima Positivo são uma prova de que é possível viver com qualidade, respeitando a natureza.

Você também quer viver num local assim? Então, entre em contato com a gente para saber mais sobre nossos empreendimentos e venha fazer parte disso!

6
Abr

Descubra as vantagens de instalar sua empresa no Aeropark

Cada vez mais empresas estão percebendo as vantagens de se instalarem em uma área industrial estruturada. Essa mudança pode favorecer o crescimento da empresa, melhorar a infraestrutura das operações e gerar mais oportunidades. A Cidade Criativa Pedra Branca acaba de lançar o Aeropark -um empreendimento comercial completo para o seu negócio.

O que é uma área industrial?

É uma área preparada para receber indústrias e seus fornecedores de produtos e serviços. Áreas industriais têm uma infraestrutura desenhada para atender esse tipo de empreendimento e fornecer as utilidades necessárias na escala que eles demandam.
Geralmente, ficam localizadas fora do centro das grandes cidades, de maneira que as indústrias instaladas ali tenham espaço suficiente para se desenvolverem.
Atualmente, as áreas industriais também devem atender a uma série de requisitos referentes à proteção do meio ambiente.

Quais são as vantagens de se instalar em uma área industrial?

A primeira vantagem é a certeza de que a sua empresa terá a infraestrutura adequada. Galpões, vias, redes de energia, gás e água e sistemas de segurança já estão presentes numa área industrial e são entregues às empresas participantes quando elas começam a fazer parte do conjunto, você não terá que se preocupar em providenciar todos estes itens.
Aliado a isso, seu negócio estará próximo a outros empreendimentos comerciais e industriais e você poderá estreitar as relações com seus parceiros e até mesmo firmar novas parcerias. Quando fornecedores e clientes ficam instalados próximos uns aos outros, a logística é simplificada e o networking fortalecido.
Dessa maneira, optar por instalar sua empresa em uma área industrial significa otimizar seus negócios e facilitar a expansão da empresa. Em vez de atuar em um local despreparado, sua empresa terá o terreno certo para crescer e prosperar.

O que é o Aeropark e por que ele é uma excelente opção?

O Aeropark é o novo empreendimento comercial da Cidade Criativa Pedra Branca. Com lotes empresariais, comerciais, industriais e de serviços a partir de 623 m² e possibilidade de construção de até 4 pavimentos. O Aeropark conta também com lotes para hangares a partir de 893 m², acesso direto à pista de Aeroclube de Santa Catarina via Taxiway e uma escola de aviação. A primeira etapa será entregue no primeiro semestre de 2018.

A excelente localização do Aeropark é outra importante vantagem, com endereço na cidade de São José, ele está próximo das rodovias BR-101 e SC-282 — ao lado do futuro Anel Viário, que contribuirá muito para o acesso a cargas — e próximo também do aeroporto. O local ainda fica ao lado do Aeroclube de Santa Catarina e permite acesso via jato executivo, fretar aeronaves e receber clientes.

O Aeropark terá dois acessos: um por São José e um por Palhoça via Cidade Pedra Branca. A área está totalmente integrada à Cidade Criativa Pedra Branca e os negócios poderão usufruir de toda a infraestrutura gastronômica, de comércio e serviços já concentrados na área. Também poderão se integrar a outros negócios, como espaços de co-working, universidade, incubadoras e empresas de tecnologia.

Portanto, o Aeropark Pedra Branca é a união perfeita entre infraestrutura e integração com outros negócios. Sua empresa terá bastante espaço para crescer, ao mesmo tempo em que terá excelentes rotas de transporte e uma rede completa de comércio, alimentação, serviços, moradia e capacitação para seus funcionários.

E então, sua empresa está pronta para fazer parte de uma área industrial e unir forças com outros negócios para crescer ainda mais rápido? Visite a página do empreendimento e preencha o formulário para receber mais informações!

16
Mar

St Patrick’s Day | 18/mar

O clima Irlandês vai invadir novamente as ruas do Passeio Pedra Branca. Venha se divertir na 5ª Edição do St. Patrick´s Day com várias cervejarias, dezenas de food trucks, diversas lojas do Passeio e muitas atrações. Convoque seus amigos e aproveite a gastronomia de qualidade com muitos tipos de chopes especiais. Tudo isso ao som de música celta e muito Rock and roll. Marque esta data e não perca: 18/mar, das 11h às 19h.

Mais informações no evento: https://goo.gl/HP3aiu

23
Fev

Smart City Expo Curitiba | 28/fev e 01/mar

Smart City Expo Curitiba trará especialistas em cidades reconhecidos em todo o mundo

Representantes de entidades como o Senseable City Lab do MIT, Prefeituras de Medellín, Quito e Buenos Aires, de Amsterdam Smart City e Santiago Smart City já confirmados como palestrantes. 

O Congresso do Smart City Expo Curitiba, edição brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo, terá a presença de grandes nomes internacionais do urbanismo, arquitetura e agentes públicos que promoveram transformações em cidades pelo mundo.

Um dos principais nomes é o do arquiteto e engenheiro Carlos Ratti, diretor do Senseable City Lab do MIT, nos Estados Unidos, grupo responsável por estudar as tecnologias capazes de transformar a vida nas cidades. Ratti foi eleito pela revista Wired como uma das 50 pessoas capazes de mudar o mundo e atualmente é o presidente do Conselho de Agenda Global do Fórum Econômico Mundial sobre Cidades Futuras. Ratti é responsável pelo conceito de “cidades sensíveis”, que oferece ênfase para o lado humano da cidade mesmo em meio à sua transformação tecnológica.

O evento também receberá nomes de peso como Jorge Perez Jaramillo, ex-planejador-chefe entre 2012 e 2015 da cidade de Medellín, na Colômbia (referência em transformações urbanas), Frans-Antom Vermast, consultor de estratégias de planejamento urbano do Amsterdam Smart City, Tia Kansara, fundadora da Kansara Hackney, consultoria internacional que desenvolve soluções para problemas urbanos, Pedro Vidal, Gerente do Programa Santiago Smart City, Chile, Agustín Suárez, diretor geral de Gestão Digital da cidade de Buenos Aires, Argentina e Carolina Pozo, ex-secretária geral de Planejamento, Inovação e Governo aberto para a cidade de Quito, no Equador.

O Congresso do Smart City Expo Curitiba 2018 reunirá 18 palestrantes internacionais e 36 palestrantes do Brasil. Os debates ficarão concentrados em quatro temas: Tecnologias Disruptivas, Governança, Inovação Digital e Cidades Sustentáveis do Futuro.

As palestras abordarão temas relacionados à inovação em cidades, envolvimento governamental, participação da população em políticas públicas e serviços, economia sustentável, inclusão social, promoção de startups e desenvolvimento de ambientes urbanos sustentáveis, gestão inteligente de recursos, aplicabilidade de soluções tecnológicas e sustentáveis, entre outros.

Também estarão em debate a utilização e a aplicação de tecnologias emergentes que podem transformar as cidades, como indústria 4.0, big data, internet das coisas, robótica, blockchain, inteligência artificial e realidade virtual.

Já a área da exposição terá 800m² e contará com a participação de diversas prefeituras do Brasil, comitivas internacionais e empresas de todo o Brasil que exibirão soluções inovadoras para a construção de serviços públicos mais eficientes, com tecnologias inovadoras e que tornem as cidades mais sustentáveis. O público também poderá visitar o Smart Plaza, espaço voltado para fomentação do networking e intercâmbio de conhecimentos.

Inscrições já estão abertas 

As inscrições para o Smart City Expo Curitiba 2018 já podem ser feitas. A área da feira poderá ser visitada de maneira gratuita, mediante cadastro no site www.smartcityexpocuritiba.com. Já para a área de congresso, é necessário realizar a inscrição e comprar o passaporte para os dois dias.

O valor do segundo lote de ingressos para o Congresso é de R$ 1200 até o dia 27 de fevereiro e de R$ 1500 durante os dois dias do evento. Estudantes pagam meia entrada mediante comprovação.

Inscrições e programação: https://www.smartcityexpocuritiba.com/.

Sobre o Smart City Expo Curitiba 2018

Smart City Expo Curitiba (www.smartcityexpocuritiba.com) será a primeira edição brasileira do Smart City Expo World Congress (www.smartcityexpo.com/), realizado anualmente em Barcelona, o maior evento global sobre o tema de Cidades Inteligentes, que reúne mais de 18 mil pessoas de 120 países durante 3 dias. O evento já ocorre anualmente em outras cidades ao redor do mundo como Kyoto (Japão), Montreal (Canadá), Puebla (México), Casablanca (Marrocos), Istambul (Turquia), Bogotá (Colômbia) e recentemente em Buenos Aires (Argentina).

Curitiba foi anunciada oficialmente como sede da edição brasileira em Barcelona, em novembro, durante o encontro mundial das Cidades Inteligentes, em cerimônia que contou com representantes de 700 cidades de todo o mundo e mais de 400 especialistas.

Smart City Expo Curitiba tem a chancela da FIRA Barcelona Internacional – consórcio público formado pela Prefeitura de Barcelona, Governo da Catalunha e Câmara de Comércio de Barcelona. O evento tem organização do iCities e apoio estratégico do World Trade Center Business Club, além da participação oficial da Prefeitura de Curitiba como anfitriã e do Vale do Pinhão, ecossistema de inovação da cidade.

3
Jan

A importância das alamedas na integração entre moradores e vizinhos de condomínios residenciais

Uma alameda é muito mais do que uma rua ou um espaço de trânsito. Uma alameda inspira uma vida mais alegre e maior integração com as pessoas. No mais novo empreendimento da Cidade Pedra Branca, o Pátio Civitas, a alameda é parte fundamental do projeto.

Com ela, as pessoas poderão se conectar melhor e ter mais qualidade de vida. Quer saber mais sobre as alamedas, a coletividade e o Pátio Civitas? Então, leia até o fim!

O que é uma alameda?

Uma alameda é uma via que se caracteriza, principalmente, a existência de uma quantidade considerável de árvores. Ou seja, é uma rua ou avenida fortemente arborizada. O nome vem da espécie de árvore chamada álamo.

Por exemplo, a rua Gonçalo de Carvalho, em Porto Alegre (RS), que é vista por muitos como a rua mais bonita do mundo, pode ser considerada um tipo de alameda. Além das espécies vegetais, as alamedas muitas vezes também contam com um espaço amplo nas calçadas que prioriza o trânsito de pedestres e a convivência.

Por que a alameda traz mais qualidade de vida?

Em primeiro lugar, porque ela reforça o contato com o verde e aproxima as pessoas da natureza. As árvores deixam o ambiente mais agradável e trazem mais bem-estar.

Em um dia quente, transitar por uma alameda certamente é mais confortável do que por uma rua composta apenas de asfalto e cimento. O contato com a natureza também permite que o ser humano conecte-se mais com suas origens e consigo mesmo.

Além disso, os espaços de convivência permitem que as pessoas se encontrem, conversem e desfrutem momentos juntos. A alameda é um espaço dedicado à coletividade que impulsiona a socialização e a vida em conjunto. Essas também são características centrais do Pátio Civitas, cuja as obras de construção do empreendimento na Cidade Pedra Branca iniciam este mês.

Como a alameda do Pátio Civitas irá promover a coletividade?

O Pátio Civitas é um empreendimento residencial que, quando finalizado, oferecerá apartamentos de 2 e 3 dormitórios além de alguns espaços comerciais. Ele fica localizado em um local privilegiado no Passeio Pedra Branca, atrás da academia Live e ao lado supermercado Hippo, além de estar integrado com as opções de gastronomia.

Esse será o primeiro empreendimento da Cidade Criativa Pedra Branca a contar com uma alameda. O projeto surgiu a partir do conceito de cidadania e coletividade e foi pensado para incentivar a interação e a convivência entre todas as pessoas.

Para isso, ele conta com uma alameda e, ainda, com vários espaços coletivos, como áreas para prática de esportes, escritórios jardins, lojas, piscina, espaço gourmet e muito mais.

Um dos objetivos do Pátio Civitas é promover as gentilezas urbanas. Por isso, a alameda será um espaço público que estará à disposição dos moradores do Pátio Civitas e também dos residentes de outros edifícios e dos visitantes da Cidade Pedra Branca. Ou seja, ela será mais um ponto de encontro para todos os amigos e famílias.

Portanto, a alameda é uma parte importante do empreendimento Pátio Civitas e de qualquer bairro ou cidade que deseja trazer mais qualidade de vida para seus moradores. O contato com a natureza e as áreas de convivência são indispensáveis para uma vida mais leve e uma convivência mais saudável e harmoniosa entre as pessoas.

E você? Também quer ter uma vida mais equilibrada, sustentável e com mais gentilezas? Então, acesse o site do Pátio Civitas e preencha o formulário para receber mais informações sobre esse local único!

28
Dez

SAE Pedra Branca: o sistema de água e esgoto que é referência

O Sistema de Água e Esgoto (SAE) instalado na Cidade Pedra Branca é uma referência nacional em termos de redução de perdas  de água. Com isso, o SAE é parte fundamental no compromisso do empreendimento em buscar a sustentabilidade.

A Cidade Pedra Branca é um ​ bairro-cidade​ pioneiro no Brasil, que tem como inspiração o Novo Urbanismo e busca levar crescimento sustentável e um ambiente público de qualidade para todos. Mas, afinal, o que é o SAE e por que ele é referência? Como ele ajuda na sustentabilidade? Continue lendo para descobrir!

O que é o Sistema de Água e Esgoto Pedra Branca?

É a instituição responsável pela gestão do sistema de água, coleta e  tratamento de efluentes no bairro-cidade Pedra Branca.

O SAE opera desde março de 2010 e atende cerca de 3.150 residências, comércios e indústrias, atendendo aproximadamente 9 mil pessoas. O sistema disponibiliza mensalmente 36 mil m³ de água em 55 km de redes de água e 47 km de redes de esgoto, conta com 5 estações elevatórias de esgoto e uma estação de tratamento de esgoto.

Por que ele é uma referência?

Atualmente, os números do SAE mostram que ele se tornou uma verdadeira referência:

  • As perdas de água na Cidade Pedra Branca são da ordem de 10%, enquanto a média nacional é de 37%;
  • O consumo diário por habitante é de 107 litros contra uma média brasileira de mais de 150 litros/habitante;
  • A combinação de uso racional pelos usuários e baixos índices de perdas gerou uma economia de 420.000 m³ de água no ano de 2017, quando comparado ao gasto que seria gerado se a Pedra Branca tivesse os mesmos indicadores nacionais.

A economia de água, naturalmente, leva à geração de menos esgoto, menor consumo de energia e menor geração de gás carbônico. Esses bons indicadores foram obtidos com ações como:

  • Monitoramento do Sistema através do Centro de Controle Operacional, em tempo real (CCO)
  • Implantação de distritos de medição e controle (DMC’s);
  • Controle das pressões da rede através de válvulas de redução de pressão,
  • Agilidade e qualidade de reparos incentivadas com contratação dos serviços por performance;
  • Acompanhamento das vazões mínimas noturnas;
  • Implantação de 100% de macromedição e micromedição;
  • Qualificação do parque hidrômetros, hidrômetros de qualidade e com idade média menor que 3 anos e máximo de 5 anos
  • Incentivo ao aproveitamento de águas de chuva;
  • Campanhas de conscientização do uso racional da água pelos moradores, como por exemplo em agosto quando mais de 100 moradores subiram o Morro Pedra Branca e firmaram termo de compromisso com o uso racional da água.

Como a Cidade Pedra Branca prioriza a sustentabilidade?

Em 2005, a Cidade Pedra Branca passou a integrar a CCI (Clinton Climate Iniciative), um projeto de sustentabilidade desenvolvido pela fundação criada pelo ex-presidente americano.

Na ocasião, foram escolhidos 18 projetos ao redor do mundo para participarem. O objetivo da iniciativa é destacar comunidades que assumem o compromisso de minimizar o impacto ambiental e reduzir os danos decorrentes do aquecimento global.

A Cidade Pedra Branca foi um dos projetos convidados — o único da América Latina. Para garantir a sustentabilidade do empreendimento, diversas iniciativas foram tomadas.

Entre elas, a criação do SAE, que tem como missão “atender a demanda das pessoas por águas e tratamento de efluentes com qualidade, regularidade e universalidade”. Além disso, o Sistema de Água e Esgoto tem a visão de “ser um Sistema reconhecido, até 2020, no uso técnicas que garantam a sustentabilidade do empreendimento”.

Com os resultados positivos, o Sistema de Água e Esgoto se tornou um verdadeiro case para a Pedra Branca. Além dos bons resultados alcançados com ele, a Cidade Pedra Branca possui diversas atividades e ações que visam garantir a sustentabilidade, tais como:

  • Construções feitas com materiais de baixo impacto ambiental;
  • Aproveitamento de luz e iluminação naturais;
  • Aquecimento solar nos empreendimentos;
  • Gestão de resíduos sólidos;
  • Respeito à paisagem natural e equilíbrio entre áreas verdes e áreas construídas.

Enfim, os resultados do Sistema de Água e Esgoto de Pedra Branca mostram que, com comprometimento e responsabilidade, é possível alcançar a sustentabilidade em empreendimentos urbanos.

E se você precisar falar com o SAE, a empresa conta com atendimento presencial de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h30 na Rua Jair Hamms, 38 – Sala 107B – Térreo do Edifício Atrium Offices, Passeio Pedra Branca.

Quer saber mais sobre o SAE? Então, navegue pelo site e descubra tudo sobre ele!

26
Dez

Exposição “Tarot Pedra Branca” chega ao Lugar das Artes no Passeio Pedra Branca

Desde o dia 17 de dezembro, a exposição Tarot Pedra Branca está aberta ao público. Esse é um projeto do poeta e artista plástico Rodrigo de Haro, realizado com o apoio do também artista Idésio Leal e que contou com grande incentivo da Cidade Pedra Branca.

A exposição, que ficará aberta por pelo menos 6 meses, é a primeira realizada no recém-inaugurado Lugar das Artes. Neste texto, nós te contamos mais sobre o artista, a obra e o espaço. Acompanhe com a gente!

O artista e o espaço

Rodrigo de Haro nasceu em Paris em 1939 e se mudou para o Brasil no mesmo ano. Filho de outro grande artista catarinense, Martinho de Haro, Rodrigo também construiu sua carreira no estado, atuando principalmente em Florianópolis. Seus trabalhos incluem poesias e artes plásticas.

Ele é membro da Academia Catarinense de Letras e entre suas obras mais conhecidas estão a Igreja de Santa Catarina de Alexandria e os mosaicos na entrada da reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina.

O Lugar das Artes faz parte do Passeio Pedra Branca e a exposição de Rodrigo de Haro marcou a sua inauguração. Com um espaço dedicado à divulgação da arte de forma gratuita, a Cidade Pedra Branca espera democratizar o acesso à arte. A “Tarot Pedra Branca” é um projeto de 30 anos, que agora pode ser visto e apreciado por todos.

A exposição Tarot Pedra Branca

A exposição conta com 22 mosaicos que representam os arcanos maiores do Tarot. Rodrigo diz que o Tarot sempre o fascinou muito “porque faz parte de uma leitura metafísica do mundo, o Tarot é um alfabeto da alma, por meio da leitura dos símbolos”.

Ainda segundo ele, o Tarot não deve ser confundido com adivinhações ou futurologia, pois é “como completo sistema de símbolos, é uma chave de leitura dos mistérios da natureza do homem, do universo e Deus”.

A exposição é composta por mosaicos venezianos, feitos de cacos e fragmentos que foram desenvolvidos por uma equipe a partir de ilustrações feitas por Rodrigo. Além dos mosaicos, ele também escreveu um poema para cada um dos arcanos: O Mago, A Papisa, A Imperatriz, O Imperador, O Papa, Os Amorosos, O Carro, A Justiça, O Eremita, A Roda da Fortuna, A Força, O Enforcado, A Ceifadora, A Temperança, O Diabo, A Torre, A Estrela, A Lua, O Sol, O Juízo, O Mundo, O Louco.

Quem quiser levar um pouco da obra para casa pode adquirir o livro catálogo da exposição. Nas 80 páginas, podem ser vistos os 22 arcanos maiores, textos, desenhos e poemas de Rodrigo. Além de levar a lembrança, quem comprar o livro estará ajudando o Passeio Pedra Branca a incentivar e divulgar a arte.

O Passeio Pedra Branca e o incentivo à arte

O Lugar das Artes foi criado com o objetivo de incentivar as manifestações artísticas como parte do propósito da Cidade Criativa Pedra Branca de ser uma “cidade para as pessoas”. Nessa exposição, o objetivo é levar educação pela arte para, pelo menos, 1 mil crianças de escolas pública e privadas dos bairros de Palhoça e região durante o primeiro semestre de 2018.

Para isso, toda a renda obtida com os livros será utilizada para financiar o projeto de ação educativa. Todas as obras contam também com leitura em braile para garantir a acessibilidade para todos. Com ações como essas, o Passeio Pedra Branca se firma ainda mais como um espaço público de qualidade dedicado à cultura e ao lazer.

A exposição fica aberta todos os dias entre as 10h e às 20h e a entrada é gratuita. E para ficar sabendo de mais eventos relacionados a cultura e lazer no Passeio, acompanhe nossa programação e as redes sociais: Facebook e Instagram!

Veja também:

IMG_5452 IMG_5466 IMG_5467