?>
http://buy-clomid-2013.org/ http://buylasix-2013.org/ http://buyonlinepriligy-2013.org/
3
Jan

A importância das alamedas na integração entre moradores e vizinhos de condomínios residenciais

Uma alameda é muito mais do que uma rua ou um espaço de trânsito. Uma alameda inspira uma vida mais alegre e maior integração com as pessoas. No mais novo empreendimento da Cidade Pedra Branca, o Pátio Civitas, a alameda é parte fundamental do projeto.

Com ela, as pessoas poderão se conectar melhor e ter mais qualidade de vida. Quer saber mais sobre as alamedas, a coletividade e o Pátio Civitas? Então, leia até o fim!

O que é uma alameda?

Uma alameda é uma via que se caracteriza, principalmente, a existência de uma quantidade considerável de árvores. Ou seja, é uma rua ou avenida fortemente arborizada. O nome vem da espécie de árvore chamada álamo.

Por exemplo, a rua Gonçalo de Carvalho, em Porto Alegre (RS), que é vista por muitos como a rua mais bonita do mundo, pode ser considerada um tipo de alameda. Além das espécies vegetais, as alamedas muitas vezes também contam com um espaço amplo nas calçadas que prioriza o trânsito de pedestres e a convivência.

Por que a alameda traz mais qualidade de vida?

Em primeiro lugar, porque ela reforça o contato com o verde e aproxima as pessoas da natureza. As árvores deixam o ambiente mais agradável e trazem mais bem-estar.

Em um dia quente, transitar por uma alameda certamente é mais confortável do que por uma rua composta apenas de asfalto e cimento. O contato com a natureza também permite que o ser humano conecte-se mais com suas origens e consigo mesmo.

Além disso, os espaços de convivência permitem que as pessoas se encontrem, conversem e desfrutem momentos juntos. A alameda é um espaço dedicado à coletividade que impulsiona a socialização e a vida em conjunto. Essas também são características centrais do Pátio Civitas, cuja as obras de construção do empreendimento na Cidade Pedra Branca iniciam este mês.

Como a alameda do Pátio Civitas irá promover a coletividade?

O Pátio Civitas é um empreendimento residencial que, quando finalizado, oferecerá apartamentos de 2 e 3 dormitórios além de alguns espaços comerciais. Ele fica localizado em um local privilegiado no Passeio Pedra Branca, atrás da academia Live e ao lado supermercado Hippo, além de estar integrado com as opções de gastronomia.

Esse será o primeiro empreendimento da Cidade Criativa Pedra Branca a contar com uma alameda. O projeto surgiu a partir do conceito de cidadania e coletividade e foi pensado para incentivar a interação e a convivência entre todas as pessoas.

Para isso, ele conta com uma alameda e, ainda, com vários espaços coletivos, como áreas para prática de esportes, escritórios jardins, lojas, piscina, espaço gourmet e muito mais.

Um dos objetivos do Pátio Civitas é promover as gentilezas urbanas. Por isso, a alameda será um espaço público que estará à disposição dos moradores do Pátio Civitas e também dos residentes de outros edifícios e dos visitantes da Cidade Pedra Branca. Ou seja, ela será mais um ponto de encontro para todos os amigos e famílias.

Portanto, a alameda é uma parte importante do empreendimento Pátio Civitas e de qualquer bairro ou cidade que deseja trazer mais qualidade de vida para seus moradores. O contato com a natureza e as áreas de convivência são indispensáveis para uma vida mais leve e uma convivência mais saudável e harmoniosa entre as pessoas.

E você? Também quer ter uma vida mais equilibrada, sustentável e com mais gentilezas? Então, acesse o site do Pátio Civitas e preencha o formulário para receber mais informações sobre esse local único!

28
Dez

SAE Pedra Branca: o sistema de água e esgoto que é referência

O Sistema de Água e Esgoto (SAE) instalado na Cidade Pedra Branca é uma referência nacional em termos de redução de perdas  de água. Com isso, o SAE é parte fundamental no compromisso do empreendimento em buscar a sustentabilidade.

A Cidade Pedra Branca é um ​ bairro-cidade​ pioneiro no Brasil, que tem como inspiração o Novo Urbanismo e busca levar crescimento sustentável e um ambiente público de qualidade para todos. Mas, afinal, o que é o SAE e por que ele é referência? Como ele ajuda na sustentabilidade? Continue lendo para descobrir!

O que é o Sistema de Água e Esgoto Pedra Branca?

É a instituição responsável pela gestão do sistema de água, coleta e  tratamento de efluentes no bairro-cidade Pedra Branca.

O SAE opera desde março de 2010 e atende cerca de 3.150 residências, comércios e indústrias, atendendo aproximadamente 9 mil pessoas. O sistema disponibiliza mensalmente 36 mil m³ de água em 55 km de redes de água e 47 km de redes de esgoto, conta com 5 estações elevatórias de esgoto e uma estação de tratamento de esgoto.

Por que ele é uma referência?

Atualmente, os números do SAE mostram que ele se tornou uma verdadeira referência:

  • As perdas de água na Cidade Pedra Branca são da ordem de 10%, enquanto a média nacional é de 37%;
  • O consumo diário por habitante é de 107 litros contra uma média brasileira de mais de 150 litros/habitante;
  • A combinação de uso racional pelos usuários e baixos índices de perdas gerou uma economia de 420.000 m³ de água no ano de 2017, quando comparado ao gasto que seria gerado se a Pedra Branca tivesse os mesmos indicadores nacionais.

A economia de água, naturalmente, leva à geração de menos esgoto, menor consumo de energia e menor geração de gás carbônico. Esses bons indicadores foram obtidos com ações como:

  • Monitoramento do Sistema através do Centro de Controle Operacional, em tempo real (CCO)
  • Implantação de distritos de medição e controle (DMC’s);
  • Controle das pressões da rede através de válvulas de redução de pressão,
  • Agilidade e qualidade de reparos incentivadas com contratação dos serviços por performance;
  • Acompanhamento das vazões mínimas noturnas;
  • Implantação de 100% de macromedição e micromedição;
  • Qualificação do parque hidrômetros, hidrômetros de qualidade e com idade média menor que 3 anos e máximo de 5 anos
  • Incentivo ao aproveitamento de águas de chuva;
  • Campanhas de conscientização do uso racional da água pelos moradores, como por exemplo em agosto quando mais de 100 moradores subiram o Morro Pedra Branca e firmaram termo de compromisso com o uso racional da água.

Como a Cidade Pedra Branca prioriza a sustentabilidade?

Em 2005, a Cidade Pedra Branca passou a integrar a CCI (Clinton Climate Iniciative), um projeto de sustentabilidade desenvolvido pela fundação criada pelo ex-presidente americano.

Na ocasião, foram escolhidos 18 projetos ao redor do mundo para participarem. O objetivo da iniciativa é destacar comunidades que assumem o compromisso de minimizar o impacto ambiental e reduzir os danos decorrentes do aquecimento global.

A Cidade Pedra Branca foi um dos projetos convidados — o único da América Latina. Para garantir a sustentabilidade do empreendimento, diversas iniciativas foram tomadas.

Entre elas, a criação do SAE, que tem como missão “atender a demanda das pessoas por águas e tratamento de efluentes com qualidade, regularidade e universalidade”. Além disso, o Sistema de Água e Esgoto tem a visão de “ser um Sistema reconhecido, até 2020, no uso técnicas que garantam a sustentabilidade do empreendimento”.

Com os resultados positivos, o Sistema de Água e Esgoto se tornou um verdadeiro case para a Pedra Branca. Além dos bons resultados alcançados com ele, a Cidade Pedra Branca possui diversas atividades e ações que visam garantir a sustentabilidade, tais como:

  • Construções feitas com materiais de baixo impacto ambiental;
  • Aproveitamento de luz e iluminação naturais;
  • Aquecimento solar nos empreendimentos;
  • Gestão de resíduos sólidos;
  • Respeito à paisagem natural e equilíbrio entre áreas verdes e áreas construídas.

Enfim, os resultados do Sistema de Água e Esgoto de Pedra Branca mostram que, com comprometimento e responsabilidade, é possível alcançar a sustentabilidade em empreendimentos urbanos.

E se você precisar falar com o SAE, a empresa conta com atendimento presencial de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h às 17h30 na Rua Jair Hamms, 38 – Sala 107B – Térreo do Edifício Atrium Offices, Passeio Pedra Branca.

Quer saber mais sobre o SAE? Então, navegue pelo site e descubra tudo sobre ele!

26
Dez

Exposição “Tarot Pedra Branca” chega ao Lugar das Artes no Passeio Pedra Branca

Desde o dia 17 de dezembro, a exposição Tarot Pedra Branca está aberta ao público. Esse é um projeto do poeta e artista plástico Rodrigo de Haro, realizado com o apoio do também artista Idésio Leal e que contou com grande incentivo da Cidade Pedra Branca.

A exposição, que ficará aberta por pelo menos 6 meses, é a primeira realizada no recém-inaugurado Lugar das Artes. Neste texto, nós te contamos mais sobre o artista, a obra e o espaço. Acompanhe com a gente!

O artista e o espaço

Rodrigo de Haro nasceu em Paris em 1939 e se mudou para o Brasil no mesmo ano. Filho de outro grande artista catarinense, Martinho de Haro, Rodrigo também construiu sua carreira no estado, atuando principalmente em Florianópolis. Seus trabalhos incluem poesias e artes plásticas.

Ele é membro da Academia Catarinense de Letras e entre suas obras mais conhecidas estão a Igreja de Santa Catarina de Alexandria e os mosaicos na entrada da reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina.

O Lugar das Artes faz parte do Passeio Pedra Branca e a exposição de Rodrigo de Haro marcou a sua inauguração. Com um espaço dedicado à divulgação da arte de forma gratuita, a Cidade Pedra Branca espera democratizar o acesso à arte. A “Tarot Pedra Branca” é um projeto de 30 anos, que agora pode ser visto e apreciado por todos.

A exposição Tarot Pedra Branca

A exposição conta com 22 mosaicos que representam os arcanos maiores do Tarot. Rodrigo diz que o Tarot sempre o fascinou muito “porque faz parte de uma leitura metafísica do mundo, o Tarot é um alfabeto da alma, por meio da leitura dos símbolos”.

Ainda segundo ele, o Tarot não deve ser confundido com adivinhações ou futurologia, pois é “como completo sistema de símbolos, é uma chave de leitura dos mistérios da natureza do homem, do universo e Deus”.

A exposição é composta por mosaicos venezianos, feitos de cacos e fragmentos que foram desenvolvidos por uma equipe a partir de ilustrações feitas por Rodrigo. Além dos mosaicos, ele também escreveu um poema para cada um dos arcanos: O Mago, A Papisa, A Imperatriz, O Imperador, O Papa, Os Amorosos, O Carro, A Justiça, O Eremita, A Roda da Fortuna, A Força, O Enforcado, A Ceifadora, A Temperança, O Diabo, A Torre, A Estrela, A Lua, O Sol, O Juízo, O Mundo, O Louco.

Quem quiser levar um pouco da obra para casa pode adquirir o livro catálogo da exposição. Nas 80 páginas, podem ser vistos os 22 arcanos maiores, textos, desenhos e poemas de Rodrigo. Além de levar a lembrança, quem comprar o livro estará ajudando o Passeio Pedra Branca a incentivar e divulgar a arte.

O Passeio Pedra Branca e o incentivo à arte

O Lugar das Artes foi criado com o objetivo de incentivar as manifestações artísticas como parte do propósito da Cidade Criativa Pedra Branca de ser uma “cidade para as pessoas”. Nessa exposição, o objetivo é levar educação pela arte para, pelo menos, 1 mil crianças de escolas pública e privadas dos bairros de Palhoça e região durante o primeiro semestre de 2018.

Para isso, toda a renda obtida com os livros será utilizada para financiar o projeto de ação educativa. Todas as obras contam também com leitura em braile para garantir a acessibilidade para todos. Com ações como essas, o Passeio Pedra Branca se firma ainda mais como um espaço público de qualidade dedicado à cultura e ao lazer.

A exposição fica aberta todos os dias entre as 10h e às 20h e a entrada é gratuita. E para ficar sabendo de mais eventos relacionados a cultura e lazer no Passeio, acompanhe nossa programação e as redes sociais: Facebook e Instagram!

Veja também:

IMG_5452 IMG_5466 IMG_5467

21
Dez

Aeropark Pedra Branca: conheça as vantagens de chegar de jato executivo na empresa

Mais agilidade, rapidez, oportunidades e qualidade de vida. Mais do que uma promessa, o Aeropark Pedra Branca consolida uma nova forma de viver e de fazer negócios. Hoje o voo executivo é considerado uma ferramenta poderosa para o fechamento de contratos, otimizando tempo de negociação e custos. Ter seu próprio lote com hangar, no entanto, é ter liberdade e flexibilidade de horários, poder mudar seus planos de acordo com a agenda e escolher seu próprio itinerário. É colocar sua empresa na rota dos bons negócios.

Projeto inovador atrai cada vez mais empresários e investidores

Integrado a Cidade Pedra Branca, o Aeropark é um projeto inovador, único no Sul do Brasil. O empreendimento, que conta com lotes empresariais, industriais, de serviços e comerciais, tem 44 deles reservados para hangares – especialmente pensados para otimizar a logística, reduzindo o tempo gasto com deslocamentos e os custos operacionais.

Com características modernas e arrojadas, o empreendimento industrial tem atraído cada vez mais interessados. Até agora, já são mais de 65% dos lotes comercializados e a previsão de entrega da primeira fase do  Aeropark Pedra Branca é para o primeiro semestre de 2018. Em sua maioria, os lotes vendidos foram adquiridos por empresários que vão instalar seus negócios no local, impactando fortemente a geração de empregos na região – e fomentando ainda mais seu desenvolvimento, tanto na cidade de São José, quanto em Palhoça. Hoje a Cidade Pedra Branca tem um fluxo mensal de cerca de 100 mil pessoas, entre moradores, trabalhadores, estudantes e visitantes e como o empreendimento está integrado esse número deve aumentar.

Integração com o Aeroclube de Santa Catarina

Totalmente integrado aoAeroclube de Santa Catarina, o Aeropark irá dinamizar o uso de jatos executivos, aumentando as oportunidades de negócios. No total são mais de 331 lotes empresariais com metragens a partir de 623 m² e 44 deles são aeronáuticos a partir de 893 m², reservados para hangares com acesso exclusivo ao Aeroclube de Santa Catarina.

Estes por sua vez, contarão com pista de 800 metros homologada, escola de aviação, abastecimento próprio de combustível, carta de aproximação visual e taxa mensal competitiva de associado do Aeroclube de Santa Catarina, mas livre de custos por pousos e decolagens, e acesso direto à pista do aeroclube via Taxiway. Há ainda a possibilidade de fretagem de aeronaves da escola de aviação, que fica ao lado. Tudo perfeito para quem precisa reduzir o tempo com logística.

No único loteamento empresarial que também é aeronáutico em todo o Sul do país, a vista é privilegiada para os bons negócios. Tudo isso integrado à Cidade Pedra Branca, um projeto urbanístico pioneiro na América Latina. Com o Aeropark Pedra Branca o ecossistema de inovação fica ainda mais completo, um lugar feito para as pessoas, onde é possível trabalhar, estudar, morar, comprar e se divertir em um só lugar.

Venha dinamizar ainda mais suas oportunidades de negócio investindo ou instalando sua empresa em um dos lotes do Aeropark Pedra Branca, um verdadeiro voo rumo ao sucesso.

Quer conhecer mais sobre o Aeropark Pedra Branca? Clique aqui e venha fazer parte dessa rota de inovação!
Conheça mais detalhes em fotos:

lote-hangar

aeropark site

18
Dez

Atrium Offices é o edifício comercial com a maior classificação em sustentabilidade em SC

De frente para a Praça Central, e integrado ao Passeio Pedra Branca, em Palhoça, encontra-se o Atrium Offices, edifício de 7 andares 100% comercial com a maior classificação em sustentabilidade em Santa Catarina. Os 62 pontos alcançados nos quesitos uso racional de materiais e recursos naturais, promoção da sustentabilidade e eficiência energética da edificação garantiram ao empreendimento a certificação LEED® GOLD na categoria ouro.

Certificação internacional

A certificação Leadership in Energy and Environmental Design – LEED®  foi criada e é coordenada pelo U.S. Green Building Council (USGBC). É reconhecida internacionalmente pelo incentivo à implantação de estratégias de alta performance ambiental e eficiência energética de edifícios.

Sete categorias, relacionadas as etapas de projeto, construção e pré-operação, foram analisadas: desenvolvimento de terreno sustentável, uso racional da água, eficiência energética, seleção de materiais e recursos, qualidade do ambiente interno, inovação em projeto e construção e prioridade regional.

Em relação ao uso racional da água, a  instalação de vasos sanitários, mictórios, torneiras e chuveiros economizadores geram uma economia de mais de 30% de água potável. Já o consumo de energia elétrica proporciona uma economia potencial de 14% ao ano, em função dos sistemas de ar condicionado central, de alta performance, e melhor filtragem que proporcionam maior qualidade do ar interno, recuperadores de calor, sistema de geração de energia solar fotovoltaico, iluminação eficiente, vidros de controle solar, entre outros.

Outros pontos que chamam a atenção são: captação de água de chuva para reuso no sistema de irrigação e torneiras de manutenção da edificação; sistema de irrigação automatizado adequado ao consumo do paisagismo interno da parede verde do prédio; fachada toda em pele de vidro que aumenta a luminosidade interna do hall; sistema elétrico e de automação com sub medidores de energia que permitem a medição setorizada por grupos de consumo (ar condicionado, elevadores, iluminação, etc) bem como medição individualizada de cada uma das 192 unidades; sistema de automação e controle predial, permitindo a medição e verificação através de softwares de automação do consumo de água e energia do empreendimento; e 15 vagas preferenciais na garagem destinadas a veículos de baixa emissão com quatro bicicletários totalizando 70 vagas e vestiário com 6 chuveiros para os usuários que optarem por este meio de transporte até o empreendimento.

Sistema de geração de energia fotovoltaica

O Edifício Atrium Offices é o único em Santa Catarina, e um dos poucos do Brasil, a atender ao crédito de energia renovável on site. O empreendimento tem um sistema de geração de energia fotovoltaico. Os 70 módulos PV de 1,92m² com 300Wp de capacidade, instalados na cobertura, são suficientes para atender pelo menos 5% do consumo de energia total do empreendimento.

Inovação

Não é só a fachada frontal – dotada de uma grande “pele” de vidro que, com sua transparência e linhas retas, volumes e vazados permite que o hall ganhe intensa luminosidade – que faz do Edifício Atrium Offices ser um prédio inovador. As 192 salas comerciais, de 32 a 54 m², estão distribuídas em 7 andares, com entradas exclusivas e identificação dos frequentadores. Um diferencial inovador e único em Santa Catarina também são as duas paredes verticais com plantas verdes vivas de 22 metros de altura em cada lado do hall.

A prédio ainda comporta o único auditório pay per use (flexível) da cidade de Palhoça, com 200 lugares sentados e mesas de treinamento que podem ser distribuídos em até 4 ambientes para reuniões/eventos distintos e simultâneos, além da possibilidade de total abertura para o pátio interno ampliando a capacidade do espaço. A unidade do Impact Hub Continente (responsável pela gestão dos eventos), bem como um café no hall do prédio, endossam a chancela de ser um ambiente que gera frequentes conexões entre empreendedores e empresários com usuários de vários partes do mundo.


Eventos potencializam a possibilidade de novas conexões

A presença de um café no hall e de eventos promovidos pelo Impact Hub Continente endossam o perfil de local que propicia múltiplas conexões não apenas entre os próprios cerca de 7 mil trabalhadores da Cidade Pedra Branca, como entre seus 8 mil moradores, 5 mil estudantes e visitantes que chegam a totalizar mais de 100 mil pessoas por mês.

A cadaevento no Passeio Pedra Branca, por exemplo, chegam a comparecer cerca de 5 mil pessoas em média. Novas oportunidades de negócios que não param de se multiplicar.

Quer conhecer mais ou alugar uma sala e potencializar seus negócios? Clique aqui e saiba mais.

Conheça mais detalhes do Atrium Offices, através das imagens abaixo:

3MG_3371

Hall com café, auditório e salas

3MG_3341

Hall amplamente iluminado

3MG_3330

Detalhes da iluminação natural do Hall

3MG_3314

Paredes verdes vivas

3MG_3266

O Edifício Atrium Offices está integrado ao Passeio Pedra Branca



22
Nov

Empreendimento: como o Edifício Atrium Offices gera conexões e negócios

Qualquer empreendedor sabe que a escolha do local para a sua empresa é fundamental. Em alguns casos a quantidade de conexões geradas no próprio ambiente de trabalho pode produzir um aumento significativo no volume de negócios. É o caso do Edifício Atrium Offices, um prédio totalmente diferenciado dos demais na Grande Florianópolis (SC).

Localizado na Cidade Pedra Branca, em Palhoça,em frente à Praça do Espelho D’Água do Passeio Pedra Branca, o Edifício Atrium Offices está totalmente inserido em um ecossistema de inovação e negócios. Para se ter ideia, a população flutuante mensal do bairro-cidade gira em torno de 100 mil pessoas, entre moradores, trabalhadores, estudantes e visitantes. No total são mais de 70 agentes transformadores, além das empresas instaladas na área industrial do bairro, criando conexões entre si, em uma geração constante de novas oportunidades.

Infraestrutura que propicia a integração entre empresas

A própria infraestrutura do Edifício Atrium Offices foi pensada para conectar todos os agentes que ocupam as duas torres integradas, servidas por cinco elevadores. Cada uma delas tem 32 unidades por andar, totalizando 192 salas com vista panorâmica em cinco tamanhos diferentes (32m² a 57,63m²) e que, por sua vez, também podem ser integradas.

Por outro lado, o Edifício Atrium Offices oferece o maior auditório pay per use de Palhoça e região continental, com 200 lugares sentados e mesas de treinamento que podem ser distribuídas em até 4 ambientes para eventos distintos e simultâneos. O local oferece ainda possibilidade de total abertura para o pátio interno, ampliando ainda mais a capacidade do espaço.

As áreas comuns, por sua vez, possibilitam uma quantidade inesgotável de conexões que podem gerar negócios. No hall, por exemplo, além do auditório há ainda diversas lojas integradas, como o Café da Pedra, salas comerciais e de reuniões e o Impact Hub Continente – um espaço de coworking que é um verdadeiro ponto de encontro de criativos e cuja empresa também é a responsável por levar eventos de alta qualidade que geram ainda mais integração para o Edifício Atrium Offices.

Além do hall coberto, o prédio conta ainda com vestiário com chuveiros,  bicicletário e estacionamento no subsolo. Tudo isso com a segurança CFTV, integrada à da própria Cidade Pedra Branca.

Ambiente descontraído incita a criação de conexões e networking

O Edifício Atrium Offices, por outro lado, é um exemplo de sustentabilidade, por sua vez totalmente integrado à proposta da Cidade Pedra Branca, referência no assunto em todo o país. A arquitetura, por exemplo, já é uma atração à parte, que incita a confraternização. As salas, por exemplo, têm sacadas integradas ao átrio.

O hall é largamente abraçado pela luz natural devido à imensa fachada em pele de vidro, levando ainda mais cor a duas paredes verdes vivas de 22 metros de altura, uma de cada lado do hall. A irrigação automática das plantas ajuda a melhorar ainda mais o microclima e o conforto térmico. O uso racional de materiais e recursos naturais conquistaram a certificação internacional LEED® GOLD na categoria ouro em sustentabilidade e eficiência energética.

Detalhe para as paredes verdes vivas de 22 metros de altura

Detalhe para as paredes verdes vivas de 22 metros de altura

Todo o Edifício Atrium Offices foi criado para ter um clima descontraído, sutilmente sofisticado, que favoreça a integração entre as pessoas e a conexão entre as empresas, ampliando as oportunidades de negócios.

Cidade Pedra Branca, um case em sustentabilidade, integração e conectividade

O Edifício Atrium Offices fica está localizado na Praça Central do Passeio Pedra Branca, um shopping a céu aberto que congrega mais de 45 lojas,a principal Rota Gastronômica da cidade, com mais de 20 opções, entre restaurantes, pizzarias, padarias, cafés, etc, e eventos mensais de pequeno e médio porte e alguns anuais de calendário, de maior porte, onde reúnem-se mais de 5 mil pessoas por vez.

Tudo isso na Cidade Pedra Branca, um projeto inovador e inteligente que nasceu no ano 2000 incentivando um novo estilo de vida – ao ar livre. Todo o planejamento de ocupação urbana foi feito de forma que qualquer lugar possa ser facilmente acessado a pé ou de bicicleta, sempre com foco na sustentabilidade – ecodistrict, green buildings etc – e educação do usuário verde.

Como cidade voltada para as pessoas, todo empreendimento mantém o foco na qualidade de vida e na integração, o que torna o local especialmente favorável para a criação de novos negócios.

Hoje já são mais de 8 mil moradores, 7 mil trabalhadores e 5 mil estudantes, além dos milhares de visitantes que colaboram para tornar a Cidade Pedra Branca cada vez mais um lugar diferenciado no Brasil e no mundo.

Ficou interessado em receber mais informações sobre o Edifício Atrium Offices? Clique aqui e se junte a esse mundo de conexões e novas oportunidades de negócios.

21
Nov

A importância da coletividade em um empreendimento

Em arquitetura, o termo gentileza urbana é usado para falar que um projeto foi criado pensando em incentivar a interação entre as pessoas. Quando isso acontece, o empreendimento está prezando pela coletividade e é construído de forma a promover bem-estar para toda a comunidade.

Foi com esse conceito que surgiu o Pátio Civitas, o empreendimento residencial da Cidade Pedra Branca. Mas o que as gentilezas urbanas, a coletividade e o Pátio Civitas têm em comum? Como esses conceitos podem fazer parte da sua vida? Acompanhe com a gente para entender!

As gentilezas urbanas

Em arquitetura e construção, gentilezas urbanas são iniciativas voltadas para a melhoria da qualidade da vida urbana. De acordo com Rose Guedes, presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) de Minas Gerais:


“Gentileza que pode ser entendida como as atitudes, gestos, intervenções que propiciem um novo olhar sobre a cidade, promovendo a preservação do seu patrimônio cultural e natural e ampliando o conceito de cidadania”

Nesse caso, uma obra que contempla gentileza urbana é aquela que favorece o paisagismo e o urbanismo ao seu redor. Isso pode ser feito de várias formas, como:

  • criação de um espaço público atraente e seguro que pode ser usado tanto por moradores do local quanto por visitantes;
  • respeito ao meio ambiente por meio de práticas sustentáveis, como uso de fontes de energia renováveis e reutilização de água;
  • adequação das vias para priorizar pedestres e ciclistas;
  • revitalização de áreas verdes.

Como resultado dessas ações, percebemos um ambiente mais agradável e propício à vida conjunta. As pessoas têm muito a ganhar com uma cidade, ou bairro, que promove a interação entre pessoas, a troca de ideias e o convívio entre moradores, visitantes, natureza e negócios.

Entre os principais benefícios, podemos citar pessoas mais alegres, ambientes públicos bem cuidados, sustentabilidade, mais sorrisos e um ambiente de coletividade.

A importância da coletividade

O ser humano é, por natureza, social. Isso significa que viver em sociedade é algo natural para nós. Estamos acostumados a pertencer a um ou mais grupos e nos sentimos bem quando percebemos que realmente somos parte daquilo e que participamos ativamente da vida em conjunto.

Na arquitetura e construção civil, ao se pensar em espaço urbanos que levem em conta a coletividade, elementos serão destacados para ressaltar e promover o encontro entre as pessoas, a troca de ideias e o cuidado com o espaço público.

O Pátio Civitas e a busca pela gentileza e coletividade

O Pátio Civitas é o novo endereço da Pedra Branca, em Palhoça na Grande Florianópolis (SC). Mais do que isso, é o lugar para pessoas que valorizam a gentileza e a coletividade, a colaboração, o compartilhamento de espaços, as experiências e a inovação em todas as áreas.

Civitas, palavra de origem latina, significa cidadania. Foi justamente a partir deste conceito de cidadania e coletividade que a equipe da Cidade Criativa e os arquitetos do escritório ARK7 desenvolveram o Pátio Civitas e criaram o lugar certo para pessoas que valorizam a gentileza, a colaboração, o compartilhamento de espaços e de experiências e a inovação em todas as áreas.

Para os arquitetos e engenheiros envolvidos, um bairro-cidade deve permitir que seus moradores e visitantes experimentem o convívio, a vida além do próprio apartamento e o compartilhamento de momentos de estudo, trabalho e lazer. Para isso, o Pátio Civitas conta com algumas características especiais:

  • praça interna com diversas opções de lazer, como piscina, playground, brinquedoteca;
  • as áreas de lazer se conectam com locais de convívio, horta, espaço gourmet, estar pergolado, slackline, escritório jardins etc., formando uma grande praça e estendendo as opções de atividades ao ar livre;
  • Opção para trabalho, com 14 escritórios/lojas jardins, que compõem o térreo do empreendimento e dão um charme à integração com a calçada;
  • sustentabilidade na forma de reúso da água da chuva, uso de gás natural, aquecimento de água com energia solar e gás, aproveitamento da iluminação natural com janelas amplas, bicicletário e outras iniciativas;
  • apartamentos com plantas modernas e flexíveis, com cozinhas integradas à sala para favorecer o compartilhamento de momentos também entre a família;
  • criação da Alameda, um espaço público que estará à disposição não apenas dos moradores do Civitas, mas também de residentes de outros prédios e de visitantes da Cidade Pedra Branca.

Enfim, o que percebemos no Pátio Civitas é um projeto inovador, onde coletividade e gentilezas urbanas se tornam prioridade e promovem uma vida conjunta mais saudável e alegre. Quando finalizadas as obras, os moradores e visitantes da Cidade Pedra Branca terão mais uma opção para os momentos de trabalho, estudo, lazer, descanso e convívio. Um oportunidade para deixar o carro na garagem, aproveitar o caminho de bicicleta, adotar uma vida mais saudável, mais sustentável, mais coletiva.

E então, ficou interessado em conhecer mais este empreendimento e as gentilezas urbanas aplicadas em seu projeto?

Não perca essa chance: visite agora mesmo a página do Pátio Civitas para receber mais informações sobre esse projeto único!

27
Out

Impact Hub Continente comemora primeiro aniversário na Pedra Branca

Quando resolvemos desbravar o Continente, tínhamos já 1 ano e meio de experiência com o Impact Hub Floripa. Na ilha foram tantos aprendizados e contribuições dentro do ecossistema de inovação que estávamos ansiosos para  tentar recriar o mesmo movimento no Continente. Sobre o local escolhido? Melhor impossível: fomos calorosamente acolhidos no Edifício Atrium Offices, um prédio com conceito inovador e vista privilegiada para a Pedra Branca.

De lá para cá muita coisa aconteceu: tivemos o codesign do espaço, um evento para mapeamento da comunidade e a nossa tão esperada festa de inauguração (que foi incrível!). Já com a estrutura física do coworking e a gestão dos espaços de eventos do Atrium Offices entramos a fundo no ecossistema de empreendedorismo já formado na região – sempre com a intenção de somar, trazer novos eventos, novos membros, novos conteúdos e, principalmente, criar um espaço inspirador e acolhedor para que tudo isso se desenvolvesse.

O empreendedorismo em Palhoça é algo muito forte e latente: nos deparamos com todos os tipos de empresas, desde as mais tradicionais já consolidadas até startups, MEIs, autônomos e os ainda em fase de ideação. O que percebemos também é que já existem várias organizações fazendo um trabalho fantástico com e para empreendedores. Complementar a isso entendemos que o papel do Hub na Pedra Branca é ser um ponto de encontro não só dos empreendedores em todas as fases, que através de conexões e conteúdo são apoiados pela nossa rede, mas também das organizações que hoje trabalham fragmentadas no apoio a esses.

Nesse sentido, ajudamos a iniciar muitos movimentos como o primeiro Startup Weekend Palhoça, o TEDxPedraBranca Women, Fuckup Nights, Fashion Revolution e Startup Grind do Continente. O Atrium Offices se tornou a casa dos melhores eventos de inovação de Palhoça, sendo um ponto de encontro de importantes atores como Inaitec, ACIP, Senac, Sebrae, Senai, FatenP, FMP, Unisul, AMO, Pedra Branca entre outros.

Localmente (Florianópolis e região), hoje já somos 390 membros, sendo 76 no Continente, que contribuem para esse ecossistema, apoiam causas importantes e movimentam a economia do bairro e cidade. E, para comemorar esse ano inesquecível, fizemos uma agenda no dia 20/11 cheia de atividades, como: yoga guiada pelos membros, um almoço para nossos membros, uma oficina aberta para re-mapear o bairro e buscar o que queremos para o próximo ano e, por fim, um Fuckup Nights daqueles, com chopp e muita diversão. Será uma programação leve e ao mesmo tempo cheia de conteúdo – com a energia que queremos para a nossa comunidade. E a melhor parte é: que queremos que você comemore com a gente! Vamos juntos?

Clique aqui e confira a programação do aniversário do Impact Hub Continente, que será realizado dia 20 de novembro.

IMPACT HUB CONTINENTE_aniversario

* Texto produzido por Maíra Rodrigues – Gestora do Impact Hub Continente  - maira.rodrigues@impacthub.com.br