?>
http://buy-clomid-2013.org/ http://buylasix-2013.org/ http://buyonlinepriligy-2013.org/
17
Out

FLIC reúne 30 mil pessoas em cinco dias de debates e atividades culturais no Passeio Pedra Branca

A primeira edição do FLIC – Festival Literário Internacional Catarinense, encerrada neste domingo (16), transformou o evento em um dos maiores do Sul do país, com um público estimado de 30 mil pessoas, em cinco dias de intensa e diversificada programação cultural na Cidade Criativa Pedra Branca, em Palhoça. Programado para ser realizado a cada dois anos, o FLIC estreou com mais de cinquenta autores nacionais e oito estrangeiros. O primeiro dia foi marcado pelo show nacional com Arnaldo Antunes, para um público de aproximadamente seis mil pessoas. Após a apresentação, o músico e poeta recebeu mais de uma centena de leitores para uma sessão de autógrafos.

Iniciado no Dia das Crianças e com programação especial para os novos leitores, todos os espaços do FLIC tiveram uma grande movimentação, em especial a área externa. A atenção às crianças se estendeu a todo o festival, que garantiu transporte para a participação de estudantes de escolas públicas em atividades como contação de histórias, apresentações de teatro, rua de lazer, entre outras.

O festival teve como temas a literatura (infantojuvenil, catarinense, nacional e internacional); a arquitetura e o urbanismo, com uma visão de sustentabilidade; inovação, tecnologia e empreendedorismo; gastronomia e música. Além dos debates com os autores, o FLIC ainda realizou sessões de autógrafos, lançamentos de livros, exposições, sessões de cinema, dança, música, troca de livros, folclore, varal literário e festival gastronômico.

De fora do país, o FLIC recebeu os escritores Fabián Severo e Gustavo Espinosa (Uruguai) – premiado no dia último dia 1º pela Câmara Uruguaia do Livro, por sua nova novela Todo termina aquí -, Carlos Ríos e Ana Porrúa (Argentina), Harrie Lemmens (Holanda), Ana Carvalho, Nuno Camarneiro e Afonso Rocha (Portugal). Entre os debates mais concorridos, estiveram os temas “Ousadia nas páginas e na tela”, com Mario Prata, Paulo Markun, Carlos Schroeder e moderação de Amilcar Neves;

“Ficção e não ficção − dois autores, duas vidas”, com Ruy Castro e Heloisa Seixas, que teve como moderador o escritor catarinense Celestino Sachet, escolhido como patrono do FLIC, além de “A evolução do amor e do sexo na canção brasileira”, com Rodrigo Faour.

O FLIC encerrou cada dia com um show. O pianista Pablo Rossi, que tocou ao lado de convidados, homenageou o músico e poeta Bob Dylan, vencedor do prêmio Nobel de Literatura deste ano. Ele executou o clássico “Blowin’ in the win”, ao lado do cantor Gustavo Lorenzo. Nas demais noites se apresentaram Luiz Meira e convidados, Orquestra Camerata Florianópolis, Coral Universitário Unisul e banda Red River Combo.

O encerramento do FLIC foi com o debate “O livro na Gastronomia”, que reuniu o jornalista e sommelierJoão Lombardo, o chef Narbal Corrêa e Luiz Guilherme Büchmann Figueiredo, coordenador do curso de Turismo e Gastronomia da Unisul. Todos destacaram a importância de um festival dedicado à literatura integrar outros temas, com valorização da gastronomia como parte da cultura.

Os homenageados do festival foram os escritores Salim Miguel e Julio de Queiroz (In memoriam), o pintor e poeta Rodrigo de Haro, o Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, por seus 120 anos, além do premiado projeto Barca dos Livros.

Com incentivo do Ministério da Cultura e Governo Federal, através da Lei Rouanet, o FLIC teve patrocínio das empresas ENGIE, WEG, Multilog e Intelbrás. A promoção foi da Unisul, ACL – Academia Catarinense de Letras e Propague Comunicação, com apoio da Cidade Criativa Pedra Branca.

3
Out

UNISUL Pedra Branca sedia Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

A Unisul sediou uma Reunião Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), entre 5 e 8 de outubro. A parceria feita com a Prefeitura Municipal de Palhoça que em paralelo, realizou a Semana Educacional junto aos estudantes e professores da rede de ensino, assim como para a população em geral.

O evento científico teve como tema as Cidades e Sustentabilidade. Além de ser uma questão muito importante nas sociedades atuais, a temática foi ao encontro da proposta do bairro Pedra Branca, onde está localizada a Unisul. Aconteceram conferências, mesas-redondas, apresentações de pesquisas, relatos de experiências de pesquisadores e educadores, workshops, minicursos e oficinas.

Na Reunião da SBPC, primeira a ser realizada em uma das Instituições do Sistema ACAFE, os professores de Palhoça, com convite a todos os profissionais da educação da região, participarão de conferências e oficinas de formação continuada (SBPC Educação).

A inauguração aconteceu no dia 5 de outubro, no Edifício Atrium Offices, em frente a Praça do Espelho D’Agua.

Uma programação especial reuniu a comunidade em geral durante os 3 dias:

  • OhanaDay – Unisul – Promover momentos de lazer e convivência em espaços de bem estar, com atividades de contação de histórias, oficinas, rodas de conversa e feira de artesanato.
  • Passeio no “Caminhão da Ciência” – Unisul – Promover a ciência apresentando soluções sustentáveis para problemas ambientais, através da apresentação de oficinas e protótipos com temática ambiental a serem desenvolvidos em veículo adaptado.
  • SESI Ciências – Explorando a Ciência – Conscientizar a sociedade para o uso sustentável dos recursos naturais e promover a eficiência energética e o uso de tecnologias inovadoras na indústria, por meio de capacitação, incentivando também aspectos socioambientais.
  • SESC Ciências – Caminhão com atividades científicas.
  • SENAC – Biblioteca móvel.
  • Grupo Escoteiro Pedra Branca
  • Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina – 10º BBM
  • Alimentação saudável – Unisul – Orientar para escolhas alimentares saudáveis de forma lúdica e interativa.
  • Avaliação e orientação postural – Unisul – Incentivar o auto cuidado com a postura corporal, por meio de realização de avaliação postural e orientação de exercícios terapêuticos de alongamento e fortalecimento postural.
  • Centro de Referência Profissional (CREP) – Curso de Psicologia – Unisul – Incentivar a discussão sobre o início da vida profissional e relações de trabalho por meio de jogos educativos.
  • Cientista em ação – Colégio Dehon/Unisul – Despertar, por meio da produção de sabonetes artesanais, o interesse pela produção de produtos artesanais; a compreensão das etapas de produção e confecção de embalagens; o estímulo ao empreendedorismo e à criatividade; o interesse pela pesquisa; a conscientização sobre a importância do respeito e da tolerância no trabalho em grupo.
  • Computação em nuvem – Unisul – Interagir com os jovens sobre a importância dos recursos tecnológicos, por meio de experiência prática com softwares para armazenamento em Nuvem.
  • Educação Ambiental e Brinquedoteca – Unisul – Apresentar práticas lúdicas de educação ambiental por meio de oficinas de Reciclagem de Papel, Confecção de Brinquedo com resíduos sólidos, Produção de sabão com óleo caseiro e Jogos de ludo sobre Educação Ambiental.
  • Fab Lab – Unisul – Compartilhar o conhecimento, a tecnologia e incentivar os usos da fabricação digital por meio de oficinas de elaboração de pequenas peças cortadas em materiais sustentáveis e montagem de mobiliários, além da construção coletiva de uma “obra de arte” em forma de cidade, com objetos sustentáveis provindos de corte a laser.
  • Game Acolhida ao Migrante – Unisul – Apresentar, por meio de um jogo de perguntas e respostas (Quiz) o tema migração e refúgio sob a perspectiva da proteção internacional da pessoa humana; além de bate-papos com migrantes e refugiados.
  • Laboratório de Entomologia – UFSC – Apresentação de espécimes de insetos vetores de doenças.
  • Mediação familiar – Unisul – Divulgar e incentivar a prática da mediação familiar, realizando mediações simuladas e discutindo sobre a atuação na área de mediação.
  • Museu do Anatômico – Unisul – Apresentar a anatomia humana com uma mostra de peças anatômicas.
  • Oficina Arqueólogo por um Dia – Unisul – Divulgar os métodos e teorias da arqueologia com práticas que aproximem os estudantes desta ciência, por meio de contato com processos de campo e laboratório desenvolvidas por arqueólogos no contexto catarinense.
  • Oficina de Arte Rupestre Brasileira – Unisul – Apresentar as manifestações gráficas produzidas pelos diversos grupos humanos que habitaram o Brasil em período pré-colonial, focada na arte rupestre catarinense.
  • Oficina de Educação Financeira para Jovens – Unisul – Motivar os jovens para o gerenciamento financeiro equilibrado, utilizando jogos interativos.
  • Oficina de Economia solidária inovação social e a inclusão produtiva – Unisul – Apresentar e fomentar o diálogo sobre o papel da inovação social como instrumento para autonomia e cidadania, através do processo de geração de oportunidades de inclusão produtiva da economia solidária.
  • Oficina de Maquete – Unisul – Empoderamento da população quanto à existência da Lei de Assistência Técnica Gratuita e as possibilidades técnicas de melhoria das suas unidades habitacionais, de modo a garantir a sustentabilidade das edificações, segurança jurídica e citadina, por meio da elaboração da casa das crianças em uma maquete.
  • O mundo da pesca artesanal – Unisul – Proporcionar aos participantes um contato com objetos presentes na pesca artesanal costeira e incentivar a discussão sobre os principais desafios para a conservação dos oceanos.
  • Prevenção em Saúde Bucal – Unisul – Demonstrar, de forma lúdica, as práticas de prevenção para manutenção da saúde bucal.
  • Desafios da Matemática – Escola Dinâmica/Bilingual School – Jogos matemáticos que estimulam o raciocínio lógico de forma lúdica.
  • PROGRAMA AEB ESCOLA – Agência Espacial Brasileira – AEB – Pesquisas aeroespaciais e Planetário Inflável.
  • VIVENCIANDO A BIOLOGIA E A QUÍMICA – Unifesp – OFICINAS DIVERSAS QUE PERMITEM A OBSERVAÇÃO DE EVENTOS QUE RELACIONAM CIÊNCIA E COTIDIANO
  • SBPC Cultural – Além das atividades técnico-científicas, a RR da SBPC UNISUL promoverá atividades culturais, buscando momentos de interação, de reflexão e de lazer entre seus participantes, tais como: apresentações de corais, exposição de obras de artes, teatro, amostra de cinema (curta metragem), atividades folclóricas e musicais entre outras.

Fonte: Unisul Hoje