?>
http://buy-clomid-2013.org/ http://buylasix-2013.org/ http://buyonlinepriligy-2013.org/
30
Jul

Office Green reduz gastos com sistema de automação

A Pedra Branca é o primeiro projeto da América do Sul selecionado para o Clinton Climate Initiative, programa lançado pelo ex-presidente americano Bill Clinton em 2009, com o intuito de apresentar estratégias positivas para o clima. Vários esforços foram feitos para atingir este fim, entre eles investimentos em automação predial.

Seguindo este contexto, a integradora Engetel Automação e Segurança instalou o E3, solução de supervisão e controle da Elipse Software, em quatro condomínios da Pedra Branca. Destaque para o Office Green por ter sido o primeiro a obter a pré-certificação LEED no Estado de Santa Catarina. Utilizado em 143 países, o LEED é um sistema internacional de orientação ambiental para edificações concebido pelo Green Building Council.

A Solução da Elipse Software otimiza os consumos de energia, água e demais sistemas integrados na automação predial do edifício comercial Office Green.

Leia mais sobre a inovação no site: ttp://www.elipse.com.br/port/noticia/2014/7/Elipse+E3+gera+mais+economia+ao+Office+Green#sthash.t2L7R3Ga.dpuf

25
Jul

Novo apartamento decorado para visitação na Pedra Branca

As arquitetas Mariana Schwartz e Maria Luiza Tremel de Faria assinam o projeto localizado no edifício Gardênia, no Pátio das Flores

A tecnologia é um dos destaques do apartamento de 147 m² localizado no Pátio das Flores, na Cidade Criativa Pedra Branca, decorado pelas arquitetas Mariana Schwartz e Maria Luiza Tremel de Faria, que está aberto à visitação. O sistema Oneon Home permite que com um único controle o morador comande a porta de entrada, as persianas, o ar condicionado e as luzes do apartamento.
O aconchegante apartamento de três dormitórios recebeu decoração com inspiração clássico contemporânea, baseada em tons claros e terrosos e com uma pincelada de cor, escolhidas para agradar e inspirar os futuros moradores. Ao entrar no espaço, o visitante se depara com uma sala harmoniosamente integrada em vários ambientes, que priorizam o convívio familiar. Sala de tv, de jantar e home office formam um living completo, com diferentes funções. “Pensamos em uma família moderna, então esse espaço foi decorado para que, mesmo fazendo atividades diferentes, as pessoas possam viver momentos de qualidade”, afirma Mariana.

21
Jul

Mostra Casa e Cia no Passeio

Onde as pessoas preferem morar? Qual é a cara da decoração dessas pessoas? O que é mais importante em uma cidade? Esses são apenas alguns dos questionamentos que a edição da Mostra Casa & Cia deste ano, que tem início em 11 de setembro, vai levar ao público, além do lançamento de tendências.

A Mostra realizada há 12 anos pelo Grupo RBS (antiga Mostra Casa Nova) ocorre pela primeira vez em dois locais simultâneos: no Primavera Garden (Rodovia SC-401) e no Passeio Pedra Branca (Palhoça). Segundo o curador do evento, o arquiteto Abreu Jr., a decisão foi tomada por observar o desenvolvimento econômico e da arquitetura da Grande Florianópolis, pontualmente nessas duas localidades.

Neste ano a Mostra tem como conceito assuntos da atualidade. A casa e a casa das casas (a cidade). A ideia principal é instigar as pessoas a pensarem o universo da casa. Ao todo serão mais de 4 mil metros quadrados divididos em aproximadamente 40 ambientes, somando os dois endereços.

No Primavera Garden serão 25 ambientes divididos em dois apartamentos modelos, espaços para os patrocinadores e restaurante aberto ao público. No Continente, o Passeio vai se transformar no espaço da decoração. Durante a mostra acontecerão intervenções culturais de rua e ações de mobilidade urbana. Além disso, o público poderá ir visitar os 10 ambientes decorados de bicicleta. O start do percurso começa com uma exposição no Office Green, primeiro edifício comercial pré-certificado  LEED de Santa Catarina. O circuito prevê também uma visita a um apartamento jardim do Pátio das Flores, um tour pelo novo salão de beleza e termina no Showroom, com um apartamento decorado da planta do próximo lançamento da Pedra Branca.

A Mostra Casa & Cia passa a integrar a agenda de exposições na área de arquitetura e decoração realizadas pela RBS. Com essa mudança, o cenário catarinense da arquitetura e interiores, bem como os profissionais, empresários e lojistas do setor, ampliam a relevância no mercado nacional.

11
Jul

Pedra Branca pronta para transmissão das finais da Copa

O telão instalado na Cidade Universitária Pedra Branca transmitirá os jogos das finais da Copa do Mundo neste fim de semana. Durante todo o Mundial, o local foi referência entre os torcedores na Grande Florianópolis, reunindo público de 600 a 1.000 pessoas nos jogos mais importantes da competição. Além do telão de LED de 5×3 metros, haverá competição de chute a gol e troca de figurinhas do álbum da Copa.

9
Jul

O dia em que o Brasil perdeu o Hexa

8 de julho de 2014: data que jamais será esquecida pelos torcedores brasileiros. Às 17h tudo estava pronto para mais uma comemoração. A torcida devidamente uniformizada, a bandeira envolta no corpo dos fanáticos. O torcedor ficou de pé, cantou o hino com a mesma emoção, embalou o time, vestiu definitivamente a camisa.
A animação que tomava conta da Praça Central da Cidade Universitária Pedra Branca começou a diminuir quando, aos 10 minutos do primeiro tempo, em uma bobeira da defesa da Seleção Brasileira, o alemão Thomas Müller abriu o placar. Na sequência vieram mais quatro. A cada gol sofrido o torcedor brasileiro via a esperança da conquista do hexacampeonato desaparecer, mas lá no fundo ainda existia um fio de esperança porque o brasileiro não desiste fácil.
No segundo tempo a Seleção melhorou seu desempenho, teve mais posse de bola, porém perdeu muitas oportunidades, todas elas paravam na barreira alemã chamada Neuer. E o velho ditado “quem não faz leva” se concretizou. A Alemanha levou a melhor novamente e fez mais dois gols. Lá se ia a esperança de conquistar o hexa em casa diante da torcida, que por sinal foi a melhor parte da Seleção Brasileira nesta Copa. Oscar ainda fez o gol de honra aos 45 do 2º tempo, mas a tristeza e a decepção eram tão grandes que os torcedores nem comemoraram. Afinal, era a pior derrota em toda a história da Seleção.
O sorriso, que acompanhou os torcedores brasileiros na saída da Pedra Branca nos cinco jogos anteriores deste Mundial, cedeu espaço para a tristeza da imensa maioria que marcou presença para torcer pelo Brasil contra a Alemanha. Imensa maioria, porque no meio dos cerca de 1.000 torcedores de amarelo, só dois saíram vitoriosos: pai e filho vestidos com o uniforme da Alemanha. Nem eles acreditaram na humilhante goleada.

QUE VENHA O ÚLTIMO ADVERSÁRIO
O que vimos em campo no Mineirão foi um time completamente entregue à pressão de disputar uma Copa do Mundo em casa, somada à ausência do ídolo Neymar e do Capitão Thiago Silva. Além da derrota por 7 a 1, os 200 milhões de brasileiros assistiram ao jogador Miroslav Klose chegar ao seu 16º gol em Copa, batendo o recorde que antes pertencia ao brasileiro Ronaldo “Fenômeno”.
Na Pedra Branca, os torcedores mostravam garra, dedicação e entusiasmo. Mas em campo o que se viu foi o despreparo tático, técnico e emocional. Enquanto isso, a Alemanha mostrou um futebol que dava gosto de assistir, com gols de tabela, toques rápidos e jogadores que sabiam o que queriam: serem os melhores do mundo.
No meio de toda essa história ainda precisamos saber como explicar essa derrota aos pequenos que estiveram presentes em todos os jogos, pintaram o rosto e os braços e têm David Luiz como ídolo. Eles só queriam ver o Brasil que tanto ouviram falar ser campeão, assim como eu, você e toda a nação brasileira. Devemos informá-los que o brasileiro não merecia essa derrota, mas o fato de a Seleção não ter avançado para a final e ter sido campeã, não faz do Brasil um país de segunda categoria e que, mesmo diante deste triste resultado, não devemos ter vergonha de ser brasileiros.
O sonho de ser hexacampeão acabou, mas a esperança de que o Brasil conquiste ao menos a 3ª colocação ainda não. Que venha o próximo e último adversário, no sábado.

3
Jul

É hora de torcer para o Brasil na Pedra Branca

DSC_0036

O público para a transmissão do jogo da Seleção Brasileira nesta sexta-feira (04), na Cidade Pedra Branca, em Palhoça, deve surpreender mais uma vez. Na partida contra Camarões, pouco mais de mil pessoas estiveram na Praça Central do bairro e contra o Chile, nem mesmo a chuva conseguiu estragar a festa. Além do telão de LED de 5×3 metros, haverá DJ, competição de chute a gol e o principal: a promessa de muita emoção nesse primeiro jogo da fase final da Copa.
Entre as atrações, esquenta com a troca de figurinhas na Praça Coberta e a pintura facial com as cores da bandeira. Tudo com muita música para animar o público. Depois do jogo, a festa continua, com mais som e competição de chute ao gol, com prêmio aos vencedores.
O telão da Rua da Copa transmite todos os jogos do Mundial. Para mais comodidade, foram espalhados pufes e cadeiras. Ao longo da rua, estão penduradas as bandeiras das seleções participantes da Copa e as lojas estão decoradas de verde e amarelo, além da instalação de totens com ilustrações dos jogadores Neymar Jr., Cristiano Ronaldo e Messi para fotos.